segunda-feira, 26 de abril de 2010

Comentários anónimos e pesca com hora marcada… Como conjugar isto?

O fim de semana teve pesca, Sexta à tarde e Sábado com hora marcada para chegar a Setúbal e jantar com a minha mulher antecipando o seu aniversário.
Não foram grandes pescas, mas a tarde de Sexta valeu um um bom jantar e o meio dia de Sábado, ainda deu para a fotografia. Mas já lá vamos.
A talhe de foice quero contar-vos, entretanto, sobre um comentário enviado por um anónimo.
No Domingo, dia dos "Cravos", de manhã, vim por aqui dar uma volta, deparando-me com dois comentários novos: um, de um novo comentador que gostou do que leu e normalmente se identificou e comentou; outro, de um anónimo, de poucas palavras, nítida e anormalmente ofensivo.
Ao primeiro respondi como normalmente faço; o segundo, deixou-me a pensar... O que faço? Vale a pena fazer algo? Publico... Não publico? Respondo… Não respondo? Recuso... Não recuso?
A verdade é que o blogue já tem 3 anos e tal de vida e nunca tal tinha acontecido?! Senão vejamos:
O leitor anónimo, supostamente zangado, em poucas palavras e referindo-se à última entrada sobre material (http://aminhapesca.blogspot.com/2010/01/material-de-pesca-uma-dor-de-cabeca.html) "manda-me" literalmente "... Meter as minhas teses e teorias...", naquele sítio da minha anatomia onde tenho dificuldade em conter a saída de alguns gases, principalmente quando vejo, leio ou oiço certas coisas... Ninguém é perfeito!
Convenhamos... Não é bonito!
Uma outra dificuldade criada à pretensiosa "ordem" dada por este Sr. Anónimo, prende-se com a quantidade enorme de "teses", "teorias" e resultados que as baseiam... Imaginem-me a ter de meter no "tal sítio" tudo o que já escrevi, mais as capturas que fundamentam os escritos?!
Decididamente, o meu "tal sítio" não tem hábito, treino ou capacidade para tanto e congratulo-me por isso.
Vai-se ver, este Sr. Anónimo tem um "tal sítio" com enormes capacidades e pensa que toda a gente é parecida... Mas parece-me que está redondamente enganado.
Brincadeiras à parte... Este tipo de intervenção não se coaduna minimamente com o espírito d' A Minha Pesca ou com o ambiente que por aqui se vive, o que me fez não deixar o caso passar ao lado. Não quero qualifica-lo, mas é bom que tenhamos os pés na terra quanto a intervenções deste tipo. Existem de facto!
Quanto ao Sr. Anónimo, quero informa-lo que o seu anonimato pode não estar salvaguardado, dependendo para tal a escolha que fez do conjunto PC/net utilizado.
As ferramentas de identificação que tenho aqui na página dizem-me que: a partir de Lisboa, esteva cá entre a 1.18.46 e a 1.44.04 horas, da madrugada de Domingo; entrou através de link existente num blogue de pessoal amigo e escreveu um comentário na referida entrada que não publiquei. A mesma ferramenta de identificação deixa-me o IP utilizado, assim como a identificação alfanumérica do servidor de internet, no seu caso a netcabo. Quem sabe… Talvez ainda nos venhamos a conhecer…
Para todos os efeitos, as “teses” e “teorias” que coloco por aqui em vez de no “tal sítio”, acabaram, em tempo de pesca reduzido e procurando pesqueiros que me pareceram adequados ao súbito aumento da temperatura das águas (18º), por resultar em alguns bons peixes.
Na Sexta, iniciei a solo, pelas 15.00 horas e, após trabalho árduo de reposição contínua de iscas, ainda entraram uns Parguetes, algumas Sarguetas de bom tamanho, dois Sargos para aí de meio quilo e este maiorzito da foto.
DSC03890
Coitado do bicho, embora mais gordo que o habitual para esta altura do ano, reparem na barbatana caudal… Sofreu para ali um ataque de dentes grandes… O que teria sido?
Certo é que fez as delícias do Zé Manel, do Joaquim e minhas. Estava um espectáculo!
À conversa animada após o jantar, sucederam a recolha de iscas para o dia seguinte e o merecido descanso.
O Sábado acordou bonito e calmo, antevendo algumas horas de pesca sem percalços e balanços, na companhia do meu amigo Zeca.
O tempo de pesca seria curto, mas arriscámos os pesqueiros de terra, na procura de surpresas que podem acontecer nestes momentos em que as temperaturas da água aumentam.
As iscadas de Sardinha iniciaram o seu serviço em fundos de 23 metros com boa marcação. A cana com isca viva, iscada com um Peixe Piça, solicitava um ataque de peixe maior, mas, ao fim de uma hora e tal, a trabalhar o pesqueiro, os sinais desvaneceram-se obrigando-nos a procurar outros fundos. Fomos para fora, procurámos, sondámos e fundeámos agora mais fundo… A 48 metros.
A acção de pesca iniciou-se dando bons sinais, tanto pelo tipo de toques, quanto pelo roubo das iscadas. Entraram Sarguetas, Parguetes, Choupas grandes, espaçados no tempo e com promessa de que algo mais interessante poderia acontecer. O tempo esgotava-se e o maior entrou! Cá está ele… Mais uma Saima para o rol!
DSC03892 Não tem dúvida, esta época não me largam, estes listados!
Insistimos mais uma meia hora, mas a luta entre ir ficando ou cumprir com horas combinadas para jantar em Setúbal com a família, pendeu para este último lado e voltámos ao porto, com aquela sensação de que a tarde poderia trazer aqueles maiores que tão insistentemente procuramos.
Outros dias… Outras pescas vão acontecer, este ano mais espaçadas, primeiro pelas condições climatéricas e agora por trabalho. Vamos ver quando volto… Espero que breve.
Até lá divirtam-se e pesquem muito!
Boa noite a todos os leitores

21 comentários:

Daniel Pedro Silva disse...

Viva Ernesto.

Realmente as aguas estavam anormalmente quentes para a epoca.

Nao quero com isto dizer que tenha sido mau, apenas que tambem notei. Notei e bem, as pescas foram boas, sem stress alguns, e de qualquer tipo, tendo pela 1º vez feito 11horas de bote e com capturas boas. tenho pena de nao ter tambem uma saima daquelas das fotos mas... como se costuma dizer vai-se dar mais dia menos dia.

Nao posso tambem deixar em claro o facto comentado do tal senhor com as enormes capacidades....e a devida resposta de quem com educação, lhe repondeu á letra.

Aquele Abraço
Daniel Pedro

Anónimo disse...

Olá Ernesto

" Para que o mal triunfe basta que os homens de bem nada façam"... e com tal estiveste bem e deste o tratamento adequado.No teu/nosso blogue respira-se a brisa marítima e não há lugar para contaminações de gentinha que nem nome tem...
Adiante...
Mas que bela saima ! Um dia, quando for pescador, espero contemplar tão bela criatura.
Até lá vou-lhes aqui tirando as medidas.
Foi à sardinha, certo?

Abraço

Paulo Benjamim

Kaywox disse...

Olá ernesto
essas tuas pescarias não param, estou ancioso por te fazer frente de terra (sonhar não ocupa espaço hehe).
quanto ao Sr. Anónimo, eu sei e tu tambem que pelo IP com facilidade podes enviar-lhe um mail, porque o Sr. anónimo não deve saber que o anonimato nem existe, pode-se mascarar do que quiser mas não de anónimo.
este Sr. que se calhar queria mesmo desabafar e o unico meio que encontrou foi este, desejo a este sr. as melhoras e espero que em breve apareça já curado para nos rirmos juntos um dia do sucedido.

1 abraço

João Martins disse...

Viva Ernesto

Há males que vêm por bem... Acho que temos de agradecer a esse ser do mundo das sombras o ter-nos proporcionado mais um excelente momento de escrita seu

Quanto ao que verdadeiramente importa, já se sabia que consegue bons resultados nos contra-relógios
Um fim de semana rápido mas regenerador
As saimas que se vão vendo por aqui, cada vez maiores, deixam-me um nervoso miudinho...

Abraço
João Martins

Ernesto Lima disse...

Viva Pessoal!

Grato pelos comentários!

Quanto ao Sr. Anónimo, estive para não falar do assunto, mas pensei que isso lhe poderia dar a ideia que não dormiria ou que entraria em depressão devido ao comentário em causa.

Então preferi dar-lhe destaque, para que todos fiquemos certos que, como em todo o lado, este mundo da pesca, também tem destas coisas e para quem tem páginas pessoais públicas onde abertamente se espõe, tome nota duma realidade que acaba sempre por nos surpreender quando constatada.

Quanto à pesca, foi isso mesmo... Uma pressa, principalmente no Sábado!

Ao Paulo:

Caíu à Sardinha sim senhor!

Ao Zé (Kaywox):

força Zé... Já estás a dar luta!

Ao Daniel:

Parabéns pela tua pesca, já vi que a coisa correu bem!

Ao J. Martins:

Temos que lá ir tratar do nervoso miudinho.

Abraço

Ernesto

DGAED disse...

Viva, antes de mais,
Confesso que não sou um comentador de blog's muito assiduo, sou mais leitor, pois continuo a pensar que as conversas e os comentários se devem ter à volta de uma mesa, com boa companhia e uma bebida reconfortante, quer depois de um dia de faina que na sua antecipação.
Posto isto,decidi abrir uma excepção, pois não sendo o visado directamente, foi quase como se fosse, não consigo realizar que, em dias de hoje, ainda existam por aí este tipo de exemplares raros que são tão baixos que até cabeça dever cheirar a xulé, que ainda não entenderam que as opiniões de cada um de nós valem o que valem e não sendo verdade universal e absoluta, são contudo pontos de convergencia, de troca de experiencias e saberes e que a ninguém assiste o direito de tratar com desconsideração e baixaria as opiniões de outros, pois aquilo que o amigo Ernesto refere deixou-me de facto indgnado, por saber que numa circunstnacia ou outra tenho que partilhar o planeta com estes idiotas que, desprovidos de inteligencia e que de pesca devem saber tanto como um sapato, enfim...
tenho contudo a certeza de que o amigo Ernesto é superior aestes ruidos e vai continuar como até aqui, igual a si mesmo.

bem haja

um abraço

Fernando F.

Ernesto Lima disse...

Viva Fernando!

Seja Bem Vindo e grato pelo comentário!

É como diz... Não passa de ruído e certamente não tem nada a ver com o que aqui se passa. Muito menos terá qualquer influência na continuidade do que por aqui escrevo, na forma como pesco ou escolho o material que uso.

Abraço

Ernesto

Nuno Paulino disse...

Nunca pensei encontrar por aqui comentários desse género.
Cá para mim alguém que deve tentar muito mas continua a pescar pouco. E percebe-se porquê só pela amostra da sua falta de carácter.
O sucesso de alguns faz sempre comichão a outros. Como habitual estiveste bem na forma como lidaste com a situação.
Essa Saima é que já acho um abuso!
Grande e bonito peixe.
Abraço

Ernesto Lima disse...

Viva Nuno!

Grato pelo comentário!

Quanto ao bicho que é um abuso, bem que podes culpar a tua cana. a first edition de três partes.

É uma abusadora! Lol

Abraço

Ernesto

João Rosa disse...

Caro amigo Ernesto.
O pouco que sei tenho aprendido consigo e com as suas técnicas que as transmite sem preconceitos ou soberba está-lhe no sangue o ser professor.
As fotografias não mentem e a cobardia do anonimato não me faz crer que as criticas sejam de um pescador, de qualquer forma foi respondido em conformidade suncito e em bom português.
Força continue a pescar e a transmitir as suas enriquecedoras experiencias.
Um abraço.
João Rosa

Ernesto Lima disse...

Viva João!

Grato pelo comentário!

Abraço

Ernesto

Anónimo disse...

boas.."quem fala mal dos outros sem nexo é porque não está satisfeito com a própria vida""continue o excelente trabalho e comentários desses nem para engodo servem..lol....quanto ao sargo ratado penso que sejam feridas do acasalamento ou de fecundançao,visto que a desova foi á relativamente pouco tempo e as feridas demoram a sarar...as aguas estao mesmo a aquecer e já se viu 2s tubaroes perto da nossa costa 1 ao largo da ericeira e outro a pouco tempo nas aguas da figueira o ecossistema está a mudar de segundo a segundo .novas especies estao a migrar para outros paises(caso de portugal) até o conhecido peixe -palhaço já está nas nossas aguas .por 1 lado é bom por outro mal.sem + assunto..abraço

alex disse...

ALEX Ora viva amigo Ernesto, gostei da resposta que deu a esse mono da sociedade, a esta hora ainda está a engolir em seco e arrependido de lhe ter escrito,mas deixemos isso e vamos é falar das alegrias do povo que é como quem dis,os seus comentarios e fotos que você nos apresenta... epá que belo peixe, deve ter dado uma bela luta para tirar esse bicho da água,e o outro, já estava destinado a passar pelo estreito de alguem, que belo petisco deve ter sido.Gostei de ver e como dis o outro quero mais, mais comentários e mais fotos desses belos peixes...Um abraço.

Ernesto Lima disse...

Viva Pessoal!

Aos mais recentes comentadores, agradeço os comentários.

Quanto ao aparecimento de novas espécies ou a frequência mais habitual de outras que eram raras, tenho a mesma opinião... Não sei se é bom ou mau?! O tempo o dirá!

Abraço

Ernesto

nuno disse...

Viva Ernesto,

Como sabe sou leitor assíduo do blog, embora nunca aqui tenha deixado um comentário.

Esta minha primeira vez tem uma razão de ser...

Embora ache os seus textos e descrições sobre a pesca e suas nuances, achei a forma como abordou o tema do comentário anónimo simplesmente genial!!!!

A simplicidade, elegância e arte com que desarmou todos os comentários, foi do melhor que já vi em qualquer comentário ou resposta a estes.

De facto tem um dom da escrita e acredito que o tal anónimo deve estar a sentir que lhe foi passado um atestado de estupidez tão grande que lhe dará direito a desconte de IRS por incapacidade mental!

Continue a dar-nos estas pérolas à 2ª feira e se possível com o detalhe e imagens qie nos habituou.

Até à proxima oportunidade de pescarmos juntos.

Um grande Abraço
Nuno Lebre

Ernesto Lima disse...

Viva Nuno!

Grato pelo comentário e... SEjas bem aparecido!

Abraço

Ernesto

Anónimo disse...

Boa tarde Professor,

como é possível existirem pessoas tão mesquinhas, maldosas e recalcadas. Quase que apostava que o sujeito é um pau mandado lá em casa e que passará o fim-de-semana a aspirar a casa ou/e a tirar o grelo às batatas na arrecadação.
Eu costumo dizer que "Quanto mais conheço os outros mais gosto de mim".

Um abraço do seu aluno
Pedro

P.S. Começo a desconfiar que essas saimas têm acrescento no Photoshop LOL

Anónimo disse...

Boas

Pois é amigo, este é o preço que temos de pagar por vivermos em liberdade (pseudo...).

Só que esse tal de anónimo nem deve saber que o que vem debaixo não nos atinge por um lado, pelo outro só se valoriza aquilo que realmente tem valor, o resto...Os carros do lixo levam.

Interessa mesmo é que tudo continue como até aqui, faças as tuas pescas e nos metas esta pirraça tão salutar!

E agora mete-me essa amura na meia vaga e dá-lhe morse a fundo!

Aquele abraço

Mário Baptista

Ernesto Lima disse...

Viva Pessoal!

Grato pelos comentários!

Ao Pedro:

Bem Pedro... Ficou mesmo zangado!

Mas não vale a pena insistir em qualificar quem quer que tenha feito o comentário. Aliás o que está em causa não é a discordância, mas sim a forma como a coloca. Por tal, não terá interesse "bater mais no ceguinho".

Para mim o que mais importa é deixar uma nota, para quem tem páginas pessoais ou comenta, para o facto de tudo o que se escreva estar à mão de pessoas que poderão fazer, dizer, achar... Das formas mais inesperadas.

É assim o mundo!

Ao Mário:

Tal e qual companheiro! Mai nada! Lol

Abraço

Ernesto

nino disse...

ola primo?esse anonimo bumda mole ten inveja de voce ele é tao covarde que nao falou o nome dele.estou esperando mais fotos,e seus belos comentarios;um abraço do primo ,eum beijo da prima luisa.

Ernesto Lima disse...

Viva Nino!

Epá... Isso é que é defender o primo!
Ehehehe!

Deixa lá o homem...

Abraço para vocês!

Ernesto