domingo, 11 de novembro de 2007

Os Deuses quiseram testar-me! Ou talvez não!?

Mais uma Sexta Feira à tarde! Começa a ser um hábito e não sei se isso é bom!
Cheguei ao local do "tesouro" e, na primeira sondagem, dou com as imagens da foto acima! Fiquei louco de entusiasmo, atendendo à leitura!
Vejam só, a comedia que está naquelas embeiradas do pontão e, já agora, a bola de peixe que o encima! Se tiverem dúvidas consultem a penúltima entrada, onde interpreto as imagens de sonda, para assim terem uma ideia do meu entusiasmo no momento da visualização!
Eu nem queria acreditar! Estou mesmo em cima disto?
Sem mais delongas, preparei tudo, escolhi a amostra enquanto esperava que a deriva do barco se fosse marcando no GPS. O traço marcado indicou-me que a dita se orientava NW - SE, o que me fez percorrer esse rumo tornando a passar em cima daquelas imagens (ai que arrepios!), dar desconto, colocar o barco de través e iniciar a acção de pesca!
O vento era pouco e o barco derivava devagar! Fiquei à espera de ver a profundidade a diminuir na sonda, mas não passava dos 40 metros, e os peixes, segundo a sonda, estavam entre os 36 e os 28! Afinal o que se passa? Pensei, enquanto olhava para a imagem do GPS e me apercebia que o sentido da deriva se alterava para N - S! Ora bolas! Não vou passar onde quero! Mesmo assim insisti, pois o fundo mostrava peixe e não perdia os passos, mas ao mesmo tempo pensei... E se é peixe de passagem? Parei! Subi a linha e naveguei outra vez para o local onde vi as imagens. Estas mantinham-se, sendo agora ainda mais carregadas! Tenho de conseguir passar por cima disto! Calma que isso vai acontecer!
Abreviando, posso-vos dizer que em cada deriva que iniciava, devido ao contínuo rodar do vento fraco, o sentido desta alterava, e, o vento variava quer de sentido quer de intensidade, embora sendo fraco. Já estava a desesperar! Havia mais de uma hora que andava nisto! Parei! Comi! Bebi! Raciocinei e disse para comigo! Vou-me colocar mesmo em cima daquelas imagens, coloco um amostra mais pesada para trabalhar o mais vertical que puder e vamos ver o que acontece!? Assim o fiz e em boa altura!
Lá estavam os sinais! Desci a amostra, senti o fundo e iniciei os movimentos curtos de descida e subida! Não demorou nada! A linha ficou sobre a água, levantei a cana com firmeza e o primeiro já lá estava! Um Pargo de 1,500 kgs! Quando o ia fotografar, olho de relance para a sonda e apercebo-me que ainda tenho por baixo a zona mais quente que tinha visto! Deixei o Pargo, as fotos, e, lanço a amostra ao fundo! Chega lá e levanto-a! Nem tive tempo de mais nada! Outra vez a linha bamba e depois a querer fugir! Isto não é Pargo!? Luto com ele e aparece-me o "senhor" da foto abaixo!

Um Robalo que mais tarde pesaria 2,000 kgs certinhos!

Hesito! Insisto na pesca, tiro a foto ou volto para cima do pontão e recomeço? Resolvi tirar a foto e guardar o peixe junto do outro, o Pargo! Entretanto olho para a sonda e vejo que ainda estou nos 36 metros e a comedia revela-se intensa na imagem! Lanço a amostra para o fundo e lá vamos outra vez! Nada! Torno a olhar para a sonda e reparo que estão pontos vermelhos a meia água; decido pela subida da amostra, com paragens e arranques sucessivos e irregulares, até que, para aí aos 20 metros a amostra é atacada com ganância, aliviando de imediato! Levanto a cana, enrolo linha rapidamente e tomo de novo contacto com o peixe! É mais pequeno mas luta com gana, até aparecer junto ao barco, ser apanhado pelo enxalavar e depositado junto dos outros, lindo também este Robalo com 1,500 kgs!

Caros leitores, depois de uma hora e tal, com não sei quantas derivas feitas, numa só deriva em 15 a 20 minutos, decorreu toda a acção que descrevi! Não me digam que isto não é um teste!? Terão sido os Deuses? Como é que vou saber!? Vai-se ver devia ter raciocinado mais cedo! Pois, a partir daqui e até à noite não capturei qualquer outro peixe e os sinais de sonda nunca mais foram os mesmos! Porquê? Não sei?

Talvez tenha havido muita acção no mesmo local e em pouco tempo, assustando os outros que por lá andavam, devido eventualmente a avisos químicos que os peixes deixam na água, colocando de sobreaviso, a sua e/ou outras espécies, sobre os perigos existentes ou qualquer outra razão que desconheço por completo! Para já, não interessa! Vou pensar nisso mais tarde e gozar estas pequenas glórias, para compensar os dias como o de Sábado, em que, mais uma vez optei mal e nada aconteceu para além de uma seca monumental e um trabalho extremamente árduo!

Abaixo vos deixo "Os Três dos 15 minutos", como decidi chamar-lhes neste preciso momento!

A amostra que apanhou os três peixes, apresenta uma acção muito diversificada quer a subir quer a descer, variando continuamente a direcção quando desce e sacoleando-se toda quando sobe! Não sei se outra teria capturado esta diversidade!

As fotos, mais uma vez, são as possíveis! Quer devido à acção desenvolvida quer ao facto de estar só!

Em termos comparativos, nesta última foto, chamo a atenção para as pontas dos meus pés (duas coisas cinzentas na parte inferior) que ficaram, propositadamente, como termo de comparação para o tamanho dos peixes! Já agora, importa referir que calço o 40!!!

12 comentários:

Valter Costa. disse...

Bons peixes sim senhor. Este domingo também apanhei 2 parguetes, mas um foi devolvido ao mar para se criar que não tinha medida. O outro tem cerca de 700gr. Mas foi mais uma pescaria aos diversos.

Filipecardoso disse...

Ha' que lindos...

ate' os olhos brilham ao ver estes peixes...Pescaria "per excelence"
continue amigo... cada vez melhor como se ve,faz uma pessoa penssar mesmo ...

Abraco

FC

Ernesto Lima disse...

Viva Valter e Filipe!

A ambos agradeço os comentários!

Para o Valter! Há que insistir! Coisa que já vi que faz!

Para o Filipe! Põe os olhos nessa amostra, porque ela tem assunto! Quer a subir quer a descer!

Abraço!

Ernesto

Amorim disse...

Ainda ganho calo nos maxilares de tanto ficar de boca aberta a ver esses peixes lindos, logo eu que não passo de peixitos de 300gr e por mais que tente não há meio de colocar o barco onde quero, porque será?
Se puder dar umas dicazitas o "maçarico" agradece.
Tudo de bom e continue assim.

Amorim

Ernesto Lima disse...

Viva Amorim!

Eu este fim de semana, em princípio estarei lá na Sexta a partir das 13.30 e no Sábado o dia todo!
Se calhar não é má ideia encontrarm-nos!

Ernesto

A. Ferreira disse...

Viva,

Parabéns pelo novo espaço, de facto aqui é mais fácil de comentar.

Abraço,

Nuno Ribeiro disse...

Boas Ernesto

Foi a primeira vez que vim visitar o teu blog.
Quanto menos te conheço mais curioso fico em perceber as tuas pescas.
Os relatos são muito bons e explicam tudo de uma forma muito transparente.
Continua que vais muito bem.

PS: http://zebu44.blogspot.com/ é o meu blog e peço autorização para colocar o teu na minha lista de blogs de amigos.

Um abraço e continuação de belos relatos.
Nuno Ribeiro (zebu44)

Ernesto Lima disse...

Viva Nuno!

Grato pelo teu comentário!

Autorizo com todo o prazer que coloques o link do meu blog no teu!

Espero que me autorizes o vice-versa!

Um abraço!
Ernesto

Sargus disse...

Já algum tempo guardo uma frase do Sr. Bill Gates que tem a sua lógica para muitissimas coisas da vida.

"If you give people tools, [and they use] their natural ability and their curiosity, they will develop things in ways that will surprise you very much beyond what you might have expected"

Ernesto continue a utilizar a sua habilidade natural e conhecimentos no desenrrolar da "sua pesca".

Abraço amigo

jsantos disse...

Ernesto Lima,
Mais do que um comentário à última entrada, gostaria de comentar o blog que me parece exemplar a diferentes níveis.
No que à pesca diz respeito, é evidente a satisfação do autor quando narra as suas actividades e partilha, não só as emoções, mas sbretudo as experiências e ensinamentos. Neste domínio, considero verdadeiramente notável a sua atitude.
Não menos importante, é a forma como "constroí" cada entrada. É evidente o cuidado na escrita. Não basta contar, é preciso contar bem. O Ernesto deixa transparecer um certo "prazer" na escrita.
Fica assim o registo de alguém que, para além de bom pescador, é também um excelente escritor.
Com os melhores cumprimentos
JSANTOS

Filipecardoso disse...

Queren ver que o amigo Ernesto ficou la' o Domingo tambem!!!??
Estou curioso por ler a nova aventura
mas como se custuma dizer ...O que demora e' bom!...Estou na espreita hehehe

Nuno Letras disse...

Olá amigo Ernesto. Que blog porreiro. Cheio de peixes de muita qualidade. Espero que as pescas continuem assim ou se possivel muito melhores. Só tenho uma reclamação a fazer! Tá uma foto de todos os pescadores da minha equipa menos uma minha! Será por eu ser profissional e dar sempre na boca a eles????
Tou a brincar. Um abraço e boas pescas.
Nuno Letras